Destaque em Tamarana.
Tendência

Orçamento participativo da Prefeitura de Tamarana recebe demandas da população

A Prefeitura de Tamarana lançou na última quarta-feira (19) o Orçamento Participativo Digital (OPD).

Através de um formulário disponibilizado aos moradores tanto em versão física quanto eletrônica, o programa busca elencar reivindicações apresentadas pelos cidadãos a respeito de diferentes áreas de atuação do poder público local.

Esses dados, por sua vez, irão ajudar a subsidiar o poder Executivo municipal na elaboração da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020.

O OPD eletrônico pode ser acessado nesta página (http://bit.ly/opd2019). Já os formulários impressos começarão a ser disponibilizados nos próximos dias, em 13 órgãos públicos.

Criada por meio de uma parceria entre a Secretaria municipal de Fazenda, Controladoria e Assessoria de Comunicação do município, o projeto irá colher respostas até 15 de julho.

O prefeito Beto Siena salientou que se trata de uma iniciativa inédita em Tamarana.

“Estamos abrindo um canal para a população indicar sugestões.

É lógico que vamos receber críticas, mas é um caminho para os moradores terem liberdade de participar e também estarem mais próximos da administração”.

“A gente pretende ver as demandas por investimentos de acordo com cada região da cidade. A ideia é tentar alcançar mais sugestões da população para áreas como Assistência Social, Educação, Esportes, Saúde, dentre outras”, completou a secretária municipal de Fazenda, Bruna Silva Miranda.

De acordo com a titular da pasta, o programa pretende ampliar o engajamento do cidadão em questões da vida pública local que fazem a diferença para o próprio tamaranense.

“Desde 2017, o município vem tentando fazer audiências públicas de demonstrativos contábeis e propostas orçamentárias que sejam de fácil entendimento para a população.

Mesmo assim, ainda não alcançamos o mínimo de participação que queremos”, relatou a secretária.

Os dados colhidos através do OPD serão compilados e divulgados na audiência pública que irá definir a proposta da LOA para 2020.

Em seguida, a lei será enviada para análise e votação por parte da Câmara Municipal de Tamarana.

A Prefeitura de Tamarana pretende, de 2020 em diante, estender a iniciativa para demais peças orçamentárias do município – ou seja, a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e o Plano Plurianual (PPA).

A secretária municipal de Fazenda, Bruna Silva Miranda 3398-1946), está à disposição para entrevistas sobre o OPD de Tamarana.

FONTE:Lucas Marcondes Araújo – assessor de comunicação – Prefeitura de Tamarana.

Jornal Paraná Notícias
Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar