Destaque em Mandaguari.Utilidade Pública.
Tendência

Amusep planeja estruturar conselho de desenvolvimento regional

Aproveitar a experiência de mais de duas décadas de atividade do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem) para projetar uma estrutura semelhante para atuar com o foco direcionado para toda a área de abrangência da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense.

A ideia foi o tema central de um encontro realizado no final de dezembro último entre o agora ex-presidente e o atual presidente da Amusep, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva, prefeito de Atalaia, e Romualdo Batista, de Mandaguari, respectivamente; e José Roberto Lourenço Mattos, do Codem.

A proposta é a de que o Conselho Regional de Desenvolvimento seja o articulador para a elaboração das políticas públicas necessárias para a execução de projetos nos 30 municípios da Amusep.

“Já temos duas grandes iniciativas bem encaminhadas e que vão começar a ser colocadas em prática em 2020: a Unidade Mista de Desenvolvimento Territorial e o Laboratório de Inovação em Gestão e Cuidado na Saúde.

O Conselho será a referência e o catalizador das demandas desses colegiados, que competem à Associação.

Vai direcionar e ditar o ritmo para viabilizar as ações planejadas”, diz Fábio Vilhena.

O presidente da Amusep, Romualdo Batista, destaca ser preciso aproveitar as boas práticas, “consolidadas e comprovadas”, e multiplicá-las nas cidades da região, para “potencializar” os resultados alcançados.

“Vamos trabalhar de forma integrada, com ações conjuntas e voltadas para encontrar soluções para os problemas comuns”, ressalta.

José Roberto, do Codem, acrescenta que o desenvolvimento só ocorre quando o olhar dos gestores vai além dos limites dos municípios e se estende por todo o território.

“Tudo está conectado.

Temos que buscar as convergências para ampliarmos o alcance dos nossos projetos”, frisa.

#JornalParanaNoticias

Etiquetas
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar